A espiral do silêncio: música x ideologia política

A música sempre foi instrumento de propagação de ideias, isto é inegável. O poder que a mesma tem em mobilizar as pessoas é imensurável. Desde os protestos serenos de Bob Dylan às críticas caricaturadas de Roger Waters, temos inúmeros motivos para concordar que a música está intrinsecamente atrelada à propagação de ideias. Como era de se esperar, muitas vezes estas ideias não estão em sintonia ou, ainda mais, vão de encontro umas com as outras. Como imaginar que o complexo ser humano seria algo diferente disto? Ainda assim, a música está lá fazendo este papel de mensageiro, muitas vezes de alta amplitude. Isto tudo para falar do momento atual do Brasil. Ideias em conflito estão engolindo as pessoas e a música está indo junto neste barco. O contraditório é zona de perigo. A liberdade de expressão é um risco. Pensar diferente é inaceitável. Uma palavra pode te abduzir para um vortex de solidão ideológica. E por qual motivo eu coloco os músicos numa posição diferenciada neste processo?

Cássio SáA espiral do silêncio: música x ideologia política

Cássio Sá na Folk Brasuca

Agora você pode me ouvir na playlist “Folk Brasuca“, criada pelo FolkdaWorld, um dos melhores sites de música do Brasil. Junto comigo, estão grandes nomes do Folk Brasileiro, como Vanguart, Aurora Boreal, Almir Sater & Renato Teixeira, O Bardo e o Banjo, Pouca Vogal, Zé Geraldo, Tiê, entre muitos outros. Confira a playlist abaixo e acompanhe o FolkdaWorld para ficar por dentro do cenário Folk do Brasil. Clique AQUI para abrir a playlist no Spotify.  

Cássio SáCássio Sá na Folk Brasuca

Cover Sessions: Luiz Gonzaga

Lançado no dia 24.06.16 (dia de São João), “Cover Sessions: Luiz Gonzaga” é o segundo lançamento da série “Cover Sessions” e traz três canções do rei do baião: Estrada de Canindé, Acauã e Dança da Moda. As três canções escolhidas estão entre as que mais influenciam musicalmente Cássio Sá, que tem Luiz Gonzaga como um dos seus maiores ídolos. O álbum pode ser encontrado nas mais diversas plataformas digitais. Disponível em: Soundcloud | Bandcamp | Itunes | Deezer | Spotify | Google Play | Amazon 

Cássio SáCover Sessions: Luiz Gonzaga

Banda Cover x Banda Tributo: Qual a diferença?

Em 2012 eu tive o prazer de assistir a apresentação de uma banda chamada Spectro, que toca músicas do Pink Floyd, minha banda favorita. Depois de 1 hora e 30 minutos de show, após aplausos de pé, fui até o palco com a minha característica cara de pau e fui falar de música com os caras. Preocupei-me um pouco em mostrar que eu conhecia sobre o Pink Floyd, falando, por exemplo que senti falta da música Astronomy Domine, que fazia parte do álbum que eles estavam homenageando (PULSE), mas eles não tocaram. Ou então falando que eu gostei de eles terem diminuído meio tom da música Echoes pra fazer um arranjo e casar com a música Any Colour You Like. Cássio Sá com a banda Spectro (2012) Entretanto, houve um momento que ficou na minha cabeça até agora, que foi quando eu comecei a falar sobre bandas cover. Quando eu pronunciei o termo “cover”, o vocalista e tecladista da banda (à esquerda na foto) logo me corrigiu e disse que eles não eram banda cover, mas banda tributo. Eis a diferença:

Cássio SáBanda Cover x Banda Tributo: Qual a diferença?

Me encontre agora em Streaming!

Fala comparsa! Sabe o Spotify, Rdio, Itunes, Deezer e Google Play? Agora você me encontra lá também! Meu “Cover Sessions EP: Gorillaz” já está disponível em streaming em todas essas plataformas. Que tal me dar aquele velho espaço na sua playlist? É só escolher a plataforma, e mandar bala! • Spotify – https://goo.gl/cFhtcj • Rdio – http://goo.gl/01UWRh • Deezer – http://goo.gl/hQmpp1 • Google Play – https://goo.gl/bRrclC • Itunes – (Procure por “Cássio Sá” no aplicativo)

Cássio SáMe encontre agora em Streaming!