Compositista #1: Comparsas

Fala, comparsa! No primeiro episódio da série “Compositista”, vou destrinchar aquela música de amor fraternal, amical, comparsal. “Comparsas” é uma música sobre amigos. Não apenas amigos, mas indivíduos que realmente fazem diferença na nossa vida. Tal diferença, a gente sente com a distância. Distância, essa, que me fez escrever essa música em meio a um congelante inverno parisiense, sem sol, sem praia e sem meus comparsas.


Comparsas


É impossível viver sem vocês
Eu voltarei quando anoitecer
Num doce sonho eu os vejo a festejar
E o meu maior desejo é estar lá
Eu me pergunto se alguém é capaz
De rodear-se de coisas banais
Enquanto as coisas simples são as mais reais
E há quem diga que ter menos é ter mais
Ó, meu amigo, bastante atenção
Dê um pedaço do seu coração
Pra aqueles que estão o tempo todo ali
A alegrar sua vida e te fazer sorrir
E eu vos digo que quando eu voltar
Nós estaremos sempre a celebrar
Como se nunca existisse o amanhã
Pra começar de noite até de manhã

Lindo, não? Agora pensemos: será que realmente sabemos o valor dos nossos amigos enquanto eles estão por perto? Essa indagação me veio após repetidos sonhos envolvendo festas e meus comparsas. Enquanto isso eu me perguntava como alguém pode perder tempo dando valor a coisas banais, como ter um milhão de amigos no facebook. Pois saibamos que um verdadeiro amigo vale muito mais do que isso. Experimente ficar um tempo longe dos seus companheiros e você verá. Por fim, a lição que tive estando distante dos meus comparsas foi que eles realmente fazem diferença no meu dia-a-dia e é importante que eles saibam disso. Valorizemos nossos comparsas!

Veja também

Share
Cássio SáCompositista #1: Comparsas

Comments 1

  1. VALMIR DE JESUS BRITO

    Cássio! Fiquei emocionado ao ler sua mensagem sobre a amizade – e especialmente sobre a amizade de nós comparsas, rs -. Obrigado pela manifestação e saiba que nós também sentimos muito a sua falta. Entretanto, torço para que você fique bem, e que busque sempre a felicidade – longe ou perto dos comparsas. Afinal, amizade que é amizade não acaba com a distância, ao contrário, potencializa-a!
    Um abraço forte, man! Seu baitola!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.