Compositista #2 – Além Desse Mar

Alguma vez na sua vida você sentiu que, não importa o que você fizesse, você não conseguia avançar nos seus projetos de vida? E daí, você se pegava imaginando como seria se tudo fosse diferente? “Além Desse Mar” é exatamente esse pensamento de como as coisas seriam se tudo acontecesse como nós desejamos e é dela que vou falar no segundo episódio da série “Compositista”.

Ela foi composta em 2010 num dia chuvoso dentro de um ônibus a caminho da faculdade em meio ao intenso tráfego da capital baiana. Nada mais simbólico para representar a melancolia de não avançar. Como o percurso era longo, eu tinha tempo suficiente para imaginar como seria se eu não tivesse que enfrentar aquele trânsito, se eu pudesse fazer o que me desse prazer todos os dias e se eu vivesse num lugar diferente.

Eu não podia me impedir de me dirigir a algum ser superior (Deus, Odin, Allah?) perguntando “por quê você sempre me deixa assim a pensar em todas as coisas que existem além desse mar?”. Acredito que dessa forma surgiu meu interesse em sair do Brasil e conhecer outras culturas e outras maneiras de se viver, já que eu via pessoas vivendo daquela forma durante a vida inteira e, mesmo sonhando que as coisas pudessem ser diferentes, não faziam absolutamente nada para mudar.

Fora a crítica social, “Além Desse Mar” possui um teor muito mais filosófico a respeito de almejar seus objetivos e criar ao seu redor uma realidade onde você já os almejou. Esse exercício funcionou como um combustível para que eu partisse para o outro lado do oceano. Como eu digo na música, eu sabia que teria que fazer por merecer, por isso não foi nada fácil o caminho até essa travessia. “Além Desse Mar” foi a semente do que se tornou um grande projeto de vida, e foi, também, a semente para o desenvolvimento do meu estilo musical em direção ao Folk, por isso, nada mais representativo do que lançá-la como meu primeiro single. Eu lhe convido a entrar nessa viagem comigo.


Além Desse Mar


Por quê você nunca me diz o que devo fazer?
Por quê as perguntas que faço não vais responder?
Todos os dias eu deito sem saber por quê
A vida me prende sem nunca me reconhecer
Além de todo silêncio desse lugar
Há tão mais do que posso imaginar
E por mais que eu pergunte querendo saber
Sei que tenho que fazer por merecer
Por quê você sempre me deixa assim a pensar
Todas as coisas que existem além desse mar
Parece que eu nunca vou saber pra onde seguir
Isso não vai mudar até que eu queira partir
Além de todo silêncio desse lugar
Há tão mais do que posso imaginar
E por mais que eu pergunte querendo saber
Sei que tenho que fazer por merecer

Espero que esse exercício faça com que você continue sempre imaginando as coisas como poderiam ser melhores e que isso lhe sirva como um impulso para fazer com que a sua realidade seja realmente melhor. Um grande abraço do comparsa!

PS: Para fazer o Download da música, clique em “DOWNLOAD” no player acima e insira o número “0” para baixar de graça. Você também pode fazer uma contribuição, caso queira, apenas inserindo o valor desejado e clicando em “Check out Now”. O single também está disponível para download nos seguintes links: Itunes | BandCamp | SoundCloud | Deezer | Rdio | Spotify | Amazon| Google Play

Veja também

Share
Cássio SáCompositista #2 – Além Desse Mar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.