Como transmitir sua ideia musical seguindo 2 passos

Quando pensamos em ser um artista independente, duas inquietações nos perseguem: transmitir a ideia da nossa música, e transparecer uma “aura profissional”.

Do que adianta irmos pelos quatro cantos do facebook postando “ouça minha música” ou criarmos uma campanha dispendiosa pra divulgar uma gravação mal acabada e confusa? O que mais vemos os músicos pecando é em falta de conceito e estética. Queremos a atenção das pessoas, e uma vez que a temos, esse é o momento que vai definir se a pessoa nos acha ou não um artista interessante.

Temos uma ideia, a transformamos em música e queremos transmitir essa ideia para as pessoas. Nesse processo, muita coisa pode mudar. Uma ideia originalmente boa com potencial pode ficar sem graça na sua versão final, ao tempo que uma ideia superficial pode se tornar uma grande produção. Então, como manter conceito e estética juntos?

Blog conceito estetica

A verdade é que os dois estão sempre vulneráveis a alterações. Digo isso porque quando compomos uma música, podemos nos surpreender com ideias novas, acidentes bem-vindos, um erro da letra na hora de gravar, notas “erradas” que caem bem, fraseamentos que não encaixam, etc.

Primeiramente é preciso ter bem claro qual é a ideia principal da música, seja comédia, crítica social, reflexão, uma história, etc. e jamais abandonar esse conceito no meio do processo, por mais tentador que seja. Qualquer artista, independente ou não, deve fazer isso. Mas quando se fala de fazer música independentemente, é preciso ter uma atenção especial para a estética, sobretudo se não temos um produtor.

É possível que qualquer pessoa tenha uma ideia que contenha um grande conceito artístico. O que diferencia essa pessoa dos artistas que estão na mídia é a estética no processo de gravação, mixagem e masterização. Para que um conceito seja compreendido, é essencial que ele seja apresentado numa gravação clara e audível. Sem estética, o conceito perde potencial. Por outro lado, sem conceito, a estética é superficial (mas vende, perceba!).

Portanto, se queremos que as pessoas entendam o nosso conceito artístico com sucesso, dois passos são essenciais de serem seguidos:

1 – Definir a ideia/tema/conceito principal da sua música e jamais a abandonar.
2 – Trabalhar incansavelmente na sua estética para deixar o conceito ainda mais brilhante.

Um grande abraço do comparsa e vamos musicar!

Me encontre também em:

Facebook | Youtube | Soundcloud

Veja também

Share
Cássio SáComo transmitir sua ideia musical seguindo 2 passos

Comments 2

  1. VALMIR DE JESUS BRITO

    Concordo plenamente com esse pensamento e posicionamento. De fato, toda forma de arte precisa somar, dentre outros elementos, conceito e estética. Parabéns pela iniciativa!

    1. Post
      Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.